Boogarins faz show especial em SP dia 25 de outubro

Boogarins 2015 @ Beatriz Perini

Prestes a embarcar para a Europa na turnê de divulgação de seu novo álbum, “Manual”, o Boogarins chega a São Paulo para um show especial gratuito no Mirante 9 de Julho no dia 25 de outubro. A banda já soltou duas prévias do novo trabalho: um clipe de “Avalanche” https://www.youtube.com/watch?v=DuN0vGcfw9o e o single “6000 Dias”, que prenuncia a sonoridade psicodélica e potente de “Manual”.

“Manual” foi gravado em fita no Estudio Circo Perrotti de Jorge Explosion, na Espanha, e posteriormente finalizado no Brasil no estúdio do guitarrista Benke Ferraz. Além do novo trabalho, a banda acaba de lançar no Brasil pela primeira vez seu disco de estreia, “Plantas Que Curam”, lançado originalmente pela Other Music Recording Co e agora no mercado brasileiro pela Skol Music.

Formado por Dinho Almeida, Benke Ferraz, Raphael Vaz e Ynaiã Benthroldo, o Boogarins apresenta agora em São Paulo o repertório de ambos os trabalhos, e logo em seguida embarca para Londres em uma turnê europeia que passa pela França, Bélgica, Dinamarca, Noruega, Holanda, Suíça, Itália, Espanha e Portugal.

O show de abertura fica por conta do músico e produtor Serge Erege, que já se apresentou em festivais como Tomorrowland Brasil, Meca e Bananada e lança em breve um novo single. Sua apresentação equilibra a doçura e profundidade do synthpop com um vocal forte e misterioso, criando o que gosta de chamar de ‘som de caverna’. Além do single, Serge prepara um clipe ainda para 2015 e futuros lançamentos pela Skol Music.

Serviço

Show: Boogarins

Abertura: Serge Erege

Local: Mirante 9 de Julho

Endereço: Rua Carlos Comenale, s/n – São Paulo

Data: 25 de outubro (domingo)

Horário: 17h

Entrada Franca

Jota Quest prepara lançamento de novo álbum

Jota Quest - divulgação - credito Mauricio Nahas 6

Está confirmado para outubro o lançamento do oitavo álbum da carreira do Jota Quest, que sairá pela Sony Music. Gravado no estúdio da própria banda, em Belo Horizonte, e mixado em Los Angeles, o disco segue apostando no groove do funk, disco e soul como fio condutor, principal característica do trabalho anterior “Funky Funky Boom Boom”, ampliando influências do pop em novidades que incluem reggaes e baladas.

A produção ficou, novamente, a cargo do norte-americano Jerry Barnes, conhecido por trabalhos com Chic, Nile Rodgers e Aretha Franklin. Ao todo são 13 faixas inéditas, compostas exclusivamente para o álbum entre março e julho deste ano, incluindo a faixa “Mares do Sul”, co-produzida pelo inglês Stuart Zender, baixista e produtor dos primeiros álbuns do Jamiroquai.