karol Conka lança o single “É O Poder!”

Capa - Karol Conka - É o Poder“Quem foi que disse que isso aqui não era pra mim se equivocou, fui eu que criei, escolhi, vivi, me descobri e agora aqui estou”. É assim que Karol Conka abre novos caminhos e dá o tom de seu novo single, “É o Poder”.

Após o sucesso de “Tombei” – que virou hit das pistas, ganhou clipe em parceria com o Kondzilla e rendeu um Prêmio Multishow de ‘Nova Canção’ -, a rapper retorna com novas influências e sonoridades em mais um lançamento pela Skol Music.

“Com o novo single eu queria vir com um tema diferente do que eu já havia lançado. Foi um processo de criação interessante, dessa vez senti a necessidade de falar de algo mais sério, mas sem fugir do jeito Karol Conka de ser”, explica ela, que além da temática resolveu arriscar também na hora de escolher novos elementos sonoros.

“Escutei muito dancehall/reggae, rap atual e um pouco de house, de tudo um pouco pra me inspirar e compor, além de contar com os parceiros Duani e o Doncesão na composição e arranjo da letra. Esse single tem muito a ver com o que estamos vivendo hoje, o poder é o mundo de quem faz. Se você não correr atrás do que você quer, você não tem o mundo”, completa.

Assim como em “Tombei”, “É o Poder” repete a parceria de Karol com o Tropkillaz. “Gosto muito de trabalhar com eles, porque o Zegon e o Laudz sempre me trazem várias opções de beats e isso abre possibilidades de explorar vários temas. Prefiro trabalhar em cima da batida, porque assim não fico dependendo do instrumental. Existem elementos dos beats que me trazem um certo sentimento, aí eu escrevo sobre isso. O legal da parceria também é que depois que eu mostro a letra pronta eles acabam transformando a batida de acordo com isso, é sempre uma surpresa”, afirma Karol.

O single “É o Poder” foi mixado e masterizado por Frank “El Medico” Rodriguez (Major Lazer, Diplo, Buraka Som Sistema e Tropkillaz) e prenuncia a chegada do novo disco de Karol, que será lançado em 2016 pela Skol Music com direção artística de Zegon, do selo Buuum.

“É o Poder” está disponível nas plataformas digitais e no novo site de Karol Conka http://karolconka.com/, que também estreia hoje.

Tropkillaz na Folha de São Paulo

ilustrada

Depois de estourar no exterior, duo eletrônico Tropkillaz mira o Brasil

ANGELA BOLDRINI
DE SÃO PAULO

25/11/2015 02h35

Quando o Tropkillaz surgiu, em 2012, o paulistano Zegon não poderia imaginar que a primeira base de fãs do duo de eletrônica seria na RússiaMas quando lançaram a música “Mambo”, em novembro daquele ano, começaram a ver pipocar comentários e mensagens em russo, até que surgiu o convite para tocarem no país. “Fomos até a Sibéria antes de tocar no Brasil”, conta ele à Folha.Depois, a dupla conseguiu fãs nos Estados Unidos, em outros países da Europa e na Ásia, de onde voltou recentemente, após sua quarta turnê.

Em 2014, conseguiram emplacar um remix da música “Hide”, do grupo N.A.S.A, outro projeto de Zegon, em um comercial no intervalo do Superbowl –o principal torneio esportivo dos EUA, considerado o espaço mais privilegiado da televisão americana.

Divulgação

Tropkillaz

Tropkillaz

O curitibano DJ Laudz e o paulistano Zegon, que formam o duo eletrônico Tropkillaz

Agora, o duo que forma com o curitibano DJ Laudz se volta para o público nacional.

Em 2015, tocaram no Rock in Rio e associaram-se ao selo Skol Music, onde passaram a produzir outros artistas: estão por trás do single “Tombei”, da rapper Karol Conka, que acumula 2,3 milhões de visualizações no YouTube.

“Nós começamos a banda de brincadeira, e deu 10 mil ‘plays’ no primeiro dia”, conta o DJ e produtor. “Nossa base de fãs cresceu muito por aqui no último ano, antes era uns 80% lá fora.”

O Tropkillaz é um expoente da chamada música “trap”, uma mistura de rap com música eletrônica.

O crescimento no Brasil se deve, segundo Zegon (que já fez parte da banda de rap Planet Hemp no começo dos anos 2000), à difusão do gênero por aqui.

“No exterior, o rap já havia colidido com a música eletrônica”, conta. “Aqui, um ‘house’ mais bonzinho dominava.”

A mistura de rap com eletrônica e outros estilos como o funk é, muitas vezes, rechaçada por rappers e fãs “das antigas” e suas letras de protesto e crítica social –vertente da qual o Racionais é o maior expoente, também integrada pelo Planet Hemp.

Para Zegon, no entanto, a popularização de uma tendência mais “pop” do gênero não prejudica sua carga política. “Estava faltando uma música para as pessoas se divertirem. Ninguém vai para uma festa para protestar.”

Um dos planos do Tropkillaz, aliás, é gravar com funkeiros como o MC Guimê. “O rap tem muito a aprender com o funk, porque a cena deles evoluiu muito. Acho que união é a parada.”

Boogarins faz show especial em SP dia 25 de outubro

Boogarins 2015 @ Beatriz Perini

Prestes a embarcar para a Europa na turnê de divulgação de seu novo álbum, “Manual”, o Boogarins chega a São Paulo para um show especial gratuito no Mirante 9 de Julho no dia 25 de outubro. A banda já soltou duas prévias do novo trabalho: um clipe de “Avalanche” https://www.youtube.com/watch?v=DuN0vGcfw9o e o single “6000 Dias”, que prenuncia a sonoridade psicodélica e potente de “Manual”.

“Manual” foi gravado em fita no Estudio Circo Perrotti de Jorge Explosion, na Espanha, e posteriormente finalizado no Brasil no estúdio do guitarrista Benke Ferraz. Além do novo trabalho, a banda acaba de lançar no Brasil pela primeira vez seu disco de estreia, “Plantas Que Curam”, lançado originalmente pela Other Music Recording Co e agora no mercado brasileiro pela Skol Music.

Formado por Dinho Almeida, Benke Ferraz, Raphael Vaz e Ynaiã Benthroldo, o Boogarins apresenta agora em São Paulo o repertório de ambos os trabalhos, e logo em seguida embarca para Londres em uma turnê europeia que passa pela França, Bélgica, Dinamarca, Noruega, Holanda, Suíça, Itália, Espanha e Portugal.

O show de abertura fica por conta do músico e produtor Serge Erege, que já se apresentou em festivais como Tomorrowland Brasil, Meca e Bananada e lança em breve um novo single. Sua apresentação equilibra a doçura e profundidade do synthpop com um vocal forte e misterioso, criando o que gosta de chamar de ‘som de caverna’. Além do single, Serge prepara um clipe ainda para 2015 e futuros lançamentos pela Skol Music.

Serviço

Show: Boogarins

Abertura: Serge Erege

Local: Mirante 9 de Julho

Endereço: Rua Carlos Comenale, s/n – São Paulo

Data: 25 de outubro (domingo)

Horário: 17h

Entrada Franca

Aldo The Band lança o álbum “Giant Flea” em São Paulo

 

Aldo The Band - divulgação

Formado pelos irmãos André e Murilo Faria, o Aldo The Band se apresenta no dia 09 de outubro no MIS, Instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. O show marca o lançamento do novo disco da banda, “Giant Flea”, que chega ao mercado brasileiro pela Skol Music. Misturando influências do indie-rock e da música eletrônica, o grupo quer trazer para o palco um formato de show que expresse sua nova identidade. “Nossa intenção é continuar trazendo uma performance energética, mas com mais foco na musicalidade e nas múltiplas referências de nosso novo disco”, explica André.

Após uma passagem elogiada pelo Canadian Music Week e muitos shows pelo Brasil, o grupo voltou sua atenção para o novo disco, com semanas de ensaio e muita conversa para afinar o formato final. No repertório, novidades como “Second Hand Chest”, livremente inspirada em um violão folk setentista estilo Wilco, e “Liquid Metal”, hit de pista com um beat eletrônico pesado na tradição de artistas como Mr. Oizo.

Com produção dos Aldos André (guitarra, produtor e vocalista) e Murilo Faria (sintetizadores, produtor e DJ) e direção artística de Dudu Marote, o disco evidencia o talento de composição e a criatividade da banda, que conta também com o reforço de palco de Érico Theobaldo (bateria) e Isidoro Snake (baixo). “Eu e Mura consideramos fundamentais as seguintes etapas de composição: gravar, buscar timbres, arredondar letras, testar microfones, amplificadores e maneiras alternativas de buscar um som”, explica André. Todos esses elementos ganham força no palco, com a apresentação energética e pesada da banda.

“Giant Flea” está à venda no iTunes, disponível em todas as plataformas de música via streaming e pode ser ouvido no canal da Skol Music no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=zIfv5bfqYYo&list=PLnFV59amFCNwc2ZGrqDyf5fklcqnQfU69.

Serviço

Show: Aldo The Band – Lançamento de “Giant Flea”

Data: 09 de outubro (sexta)

Horário: 21h30

Local: Auditório MIS

Endereço: Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo

Informações: (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br

Ingressos: R$14 (inteira) R$7 (meia) na Recepção MIS (terças a sextas, das 12h às 21h30; sábados, domingos e feriados das 11h às 20h30) e pelo site www.ingressorapido.com.br

Capacidade: 172 lugares

Censura: 14 anos

Jaloo lança clipe de “Ah! Dor!”

Foto Jaloo - credito Junior Franch

Depois do sucesso do EP “Insight”, que misturou elementos psicodélicos, bass music e toques de brega,Jaloo foi para trás das câmeras para dirigir o videoclipe de “Ah! Dor!” https://www.youtube.com/watch?v=uexsd00ep40&feature=youtu.be  – música que estará em seu primeiro álbum de estúdio a ser lançado em breve pela Skol Music com direção artística de Carlos Eduardo Miranda.

No clipe, o corpo de Jaloo ganha movimentos involuntários e inesperados a partir de uma filmagem especial. “Essa foi uma ideia que eu tive em 2012, de fazer um clipe no qual os movimentos de cada membro do corpo sejam gravados em separado, pra juntar depois na pós-produção. Foi muito tempo pra rolar e ver isso de verdade, na tela, é muito bom, me deixa muito feliz. Antes do clipe existir tudo não passava de um pensamento, foi um tiro no escuro, então foi uma loucura no sentido de fazer dar certo e fazer os outros profissionais envolvidos enxergarem que poderia rolar“, explica Jaloo. Usando chroma key e programação em 3D, Jaloo assinou a direção do clipe e se cercou de um time que compartilhasse sua visão estética.

A carreira de Jaloo começou a estourar na web em meados de 2010, decolando com covers de hits como “Back to Black”, de Amy Winehouse, e “Oblivion”, de Grimes, além de mashups, reconstruções e releituras de clássicos a partir de uma pegada pop e divertida. Hoje, o artista leva no bolso o sétimo lugar na lista de Melhores Músicas Nacionais de 2014 da revista Rolling Stone por “Insight”, uma turnê internacional com apresentações no festival catalão Primavera Sound e um disco de inéditas que chega ainda este ano.

Boogarins lança single “6000 Dias”

Boogarins 2015 @ Beatriz Perini

Prestes a embarcar para a Europa com a turnê de seu novo álbum, “Manual”, o Boogarins lança agora o single “6000 Dias” (https://soundcloud.com/other-music-recording-co/boogarins-manual-6000-dias), uma prévia da sonoridade psicodélica e potente que marca seu novo trabalho.

“Manual” foi gravado em fita no Estudio Circo Perrotti de Jorge Explosion, em Gíjon (Espanha), e finalizado no Brasil no estúdio caseiro do guitarrista Benke Ferraz. O disco será lançado no dia 30 de outubro pela Other Music Recording Co. e pela Skol Music, com um show de lançamento especial no Mirante 9 de Julho no dia 25 de outubro.

Além do lançamento de “Manual”, a plataforma Skol Music coloca no mercado brasileiro pela primeira vez o disco “As Plantas que Curam”, primeiro álbum da banda que foi lançado apenas no exterior e chega agora em edição especial com faixas bônus.

Boogarins relança “Plantas Que Curam” em edição especial

Nota

Boogarins ® MARCOS HERMES-14

Boogarins relança “Plantas Que Curam” em edição especial

Banda apresenta novo disco em show em São Paulo dia 25 de outubro

Sucesso no Brasil e no exterior com sua mistura de rock e psicodelia, o Boogarins traz pela primeira vez para o público brasileiro seu disco de estreia, o elogiado “Plantas Que Curam”. Com influências que vão de riffs do rock sessentista a Elephant Six e a psicodelia intrincada do Tame Impala, o disco conta com hits como “Lucifernandis”, “Infinu” e “Doce”, que acompanharam a banda em inúmeros shows pelo Brasil e pelo mundo e agora ganham uma edição especial pela Skol Music. O álbum conta com a adição de três faixas extras – as inéditas “Refazendo” e “A Sua Frente” (gravada em Los Angeles no estúdio da Lolipop Records) e uma versão de “Doce” registrada no festival Bananada 2014. A edição especial será vendida em dois formatos separadamente: CD e um vinil duplo, que conta com o álbum completo mais um LP de sete polegadas com as faixas extras.

“Refazendo” e “A Sua Frente” quase passaram no corte e entraram na primeira edição do disco, mas chegam agora em versões especiais que completam ainda mais a linguagem rica do universo de Benke Ferraz, Dinho Almeida, Rapahel Vaz e Ynaiã Benthroldo. A versão física com CD e vinil chega em breve às lojas, fazendo aquecimento para “Manual ou Guia Livre de Dissolução dos Sonhos”, novo álbum da banda gravado na Espanha, que será lançado pela Skol Music no dia 30 de outubro. O primeiro single do novo álbum, “Avalanche”, acaba de ser lançado em um vídeo ao vivo gravado no Centro Cultural São Paulo durante uma apresentação lotada da banda: https://www.youtube.com/watch?v=DuN0vGcfw9o.

Para apresentar ao público o novo repertório, o Boogarins fará um show especial em São Paulo,dia 25 de outubro no Mirante 9 de Julho, pouco antes de embarcar para uma turnê europeia que passará por Portugal, Inglaterra, Holanda, Bélgica, Dinamarca, Noruega, Suíça e França.

Capa - Boogarins - Plantas que Curam

Marrero mistura rock e horror em clipe de “Quem Será” e anuncia turnê com Fear Factory


foto Marrero - credito Rui Mendes

Formado por Anderson Kratsch (voz e rhodes), Estevan Sinkovitz (guitarra) e Felipe Maia (bateria), oMarrero chega com seu stoner rock cantado em português lançando o clipe da música “Quem Seráhttps://www.youtube.com/watch?v=lYhOdhvof84. O clipe foi gravado no Pico do Jaraguá, em São Paulo, e dialoga com estéticas do cinema de horror nacional.

A direção é assinada por Fernando Rick e Dennison Ramalho, que assinou o filme mais recente de José Mojica Marins, “Encarnação do Demônio”. “Foi uma produção de cinema mesmo, toda gravada em um dia. Os diretores criaram uma história bizarra na qual uma vila teve sua água modificada por algum motivo. Por causa disso, os homens e mulheres agem de forma estranha, ficando separados dentro da aldeia: as mulheres ficam pela floresta, como se fossem entidades da tentação, e os homens ficam coletando a água e adorando as imagens delas. Tudo isso entremeado por imagens da banda tocando na floresta e na vila”, explica Felipe Maia.

“Quem Será” faz parte do disco de estreia do Marrero, lançado recentemente pela Skol Music sob a direção artística de Carlos Eduardo Miranda. O grupo resolveu realizar o sonho de gravar de maneira analógica e fez uma imersão total no estúdio durante dois dias, reunindo dez faixas de rock pesado que resumem a sonoridade forte e cheia de influências da banda. No repertório, o riff cadenciado de “Au”, a pesadona “Desdém” e a soturna “Rei”.

Em outubro, o Marrero vai para os palcos abrindo para a banda Fear Factory, que chega ao Brasil celebrando os 20 anos de lançamento do clássico “Demanufacture”. Os shows passam por Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo, e logo em seguida o Marrero embarca para Natal para o festival DoSol.

]

Datas:

26/09 – São Paulo / Casa do Mancha

09/10 – Curitiba / Music Hall (turnê Fear Factory)

10/10 – São Paulo / Clash Club (turnê Fear Factory)

11/10 – Rio de Janeiro / Teatro Odisseia (turnê Fear Factory)

07 e 08/11 – Natal / Festival DoSol

Para ouvir o álbum, acesse: https://www.youtube.com/playlist?list=PLnFV59amFCNx691wwDj8aTLPmI2HEwKYQ